cabeçalho.

Meus Poemas 108.


Salvador, Paz,Poesia,

DIANTE DE TI.

Não desprezo de sempre chorar,
Perante o trono da graça Divina,
Vendo a luz que alma ilumina,
Enchendo meu ser para adorar.

Desejo mais ser transformado,
Na água Divina amolecido,
Levado ao forno mui aquecido,
E pelo grande oleiro moldado.

Que em nada se possa engrandecer,
Mas minha alma apenas possa ser,
Instrumento por Deus usado.

A grande misericórdia é infinita,
Está em minha alma chama bendita,
Porque ainda sou um ser inacabado.
Por: António Jesus Batalha.


A Verdade Em Poesia,Alegria,

VERDADEIRO.

O amor quando é verdadeiro,
Mais forte que ondas do mar,
Sua força é maior que o vento,
Que ninguém consegue amarrar.

Fica em nós a vida inteira,
A correr como um forte rio,
Que cabe lá toda a gente,
Assim como no mar todo o navio.

De dentro de nós ele não sairá,
Nem devagar nem de repente,
Se o quiseres mandar embora,
Mandas embora toda a gente.
Por: António Jesus Batalha.


A Verdade Em Poesia,Perdidos,

O BOM PASTOR.

Tenho um Pastor que tudo me dará,
Todo o meu sustento Ele proverá,
Em verdes pastos me faz deitar,
E em águas tranquilas descansar.

A minha alma Ele refrigera,
Nas veredas da justiça me conduz,
Por Seu grande amor, Ele quisera,
Fazer brilhar na minha vida Sua luz.

Se no vale da sobra da morte eu andar,
Ele promete estar comigo não temerei,
Garante uma mesa cheia me preparar,
Na sombra das suas asas descansarei.

Na minha cabeça está Sua unção,
Meu cálice de certo irá transbordar,
A bondade e o amor me seguirão,
Muitos dias na Sua casa irei morar.
Por: António Jesus Batalha.


"A Verdade Em Poesia,Alegria, Perdidos, Meus Poemas, Palavras, Sonho, Jesus Cristo,Deus, Salvador,Como o fumo, Paz,Poesia, Salvação, Criação,"