A Verdade Em Poesia.

Meus Poemas 105.



A Verdade Em Poesia,Alegria,

ACREDITO AMOR.

Eu acredito no amor,
No amor verdadeiro,
Ainda que traga gran dor,
É ele sempre o primeiro.

Sei que tudo acabará,
Assim como que de repente,
Mas o amor ficará,
A reinar para sempre.

Neste amor me revisto,
Tenho profunda gratidão,
É o Amor de Jesus Cristo,
Que reina no meu coração.
Por: António Jesus Batalha.


A Verdade Em Poesia,

LEMBRANÇAS.

Quando pela madrugada,
Saía para o trabalho,
Ainda noite calada,
Pouca roupa de agasalho.

Quando chegava à noitinha,
Já estava posta a mesa,
Naquela branca cozinha,
Com grande lareira acesa.

Ao lume tenho aquecido,
Depois de noite molhada,
O meu corpo arrefecido,
Por aquela água gelada.

Passei dias e muitos anos,
Mas poucos dão o valor,
Na vida o que causa danos,
No corpo cheio de dor.

Mas tudo é já passado,
Recordo por recordar,
Agora que aposentado,
Não deixo de trabalhar.
Por: António Jesus Batalha.


A Verdade Em Poesia,Meus Poemas,

NO AMOR.

No amor crescemos,
Envelhecemos lado a lado,
Lutamos vencemos,
P‘lo mundo partilhado,
Por abismos nesta terra dividida,
Passagem,
Que para nós não é contida.

A luz remoça a neve,
Que nos teus cabelos cai,
A claridade dos dias,
Pela noite ela se vai,
A alegria da vida,
Que eu em ti amo,
Minha rosa alegre,
Que assim te chamo.

Palavras da tua boca,
recreia e ensina,
Têm medida no mundo,
neste mundo que te estima,
Quero-te para sempre
em minha vida inteira,
Minha rosa mui querida,
Minha linda companheira.
Por: António Jesus Batalha.


"A Verdade Em Poesia,Alegria, Perdidos, Meus Poemas, Palavras, Sonho, Jesus Cristo,Deus, Salvador,Como o fumo, Paz,Poesia, Salvação, Criação,"